Página inicial #UPfazendoacontecer Quer ser professor? Fique por dentro dos novos formatos de educar!

Quer ser professor? Fique por dentro dos novos formatos de educar!

0
448

Com a chegada do novo coronavírus ao país, muita coisa se transformou. Diversos estabelecimentos comerciais, por exemplo, reinventaram seus serviços e suas entregas, para continuar vivos no pós-pandemia. Com a instituições de ensino, a situação não foi diferente: hoje, os formatos de educar são outros.

Desde o fechamento das escolas, colégios e universidades, por conta das recomendações feitas pelo Ministério da Saúde, inúmeros estudantes se depararam com um grande desafio, o de aprender a estudar de uma forma completamente diferente.

Tudo mudou, principalmente para os professores, que tiveram que rever seus métodos de ensino, para continuar promovendo o conhecimento. O quadro negro, que antes era tão utilizado, foi deixado de lado. E sabe quem está ocupando o lugar desse instrumento de trabalho? Os computadores e notebooks!

Quer saber um pouquinho mais sobre os novos formatos de educar, de acordo com os níveis de ensino? Aí vão eles…

Na Educação Infantil

Um dia sem aprendizagem para quem está começando a se desenvolver é algo muito arriscado. Por esse motivo, os professores dessa etapa de ensino estão se esforçando ao máximo para levar as experiências da sala de aula para a casa das crianças.

De segunda a sexta-feira, os docentes estimulam os alunos a adquirir novos conhecimentos por meio da realização de exercícios de oralidade e coordenação e de atividades supervisionadas, para serem executadas com o suporte dos pais.

Os vídeos também ganharam lugar de destaque no planejamento dos professores de Educação Infantil. Sabe por quê? Para que eles possam manter o contato afetivo com seus alunos. Legal, não?

No Ensino Fundamental

Videoaulas, experiências, atividades e avaliações. Para o Ensino Fundamental, o processo de dar aulas à distância é um pouco mais simples. Afinal, essa etapa de ensino permite que os professores inovem bastante em seu repertório de atividades.

Os docentes não estão poupando ideias para manter seus alunos ligados. As paredes da sala de TV, por exemplo, na casa desses professores, já ganharam novas decorações. Elas têm cartazes colados, conteúdos projetados e muito mais.

No Ensino Médio

Os alunos da 1ª, 2° e 3ª série do Ensino Médio não podem perder o foco (o vestibular), e os professores dessa etapa de ensino sabem muito bem disso. Diante dessa situação, surgiram novos formatos de educar, dentre eles, têm se destacado os seguintes:

– Videoaulas temáticas, com professores e alunos fantasiados: os temas propostos podem estar relacionados ao conteúdo que será ensinado na aula. Atividades como essa geram interesse;

– Aulas tira-dúvidas: para realização de exercícios com o suporte do professor;

– Aula filme: para que os alunos possam conhecer um pouco mais sobre o tema de estudo de uma forma mais lúdica.

Na Graduação e Pós-Graduação

O Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) é a nova rede social dos professores da Educação Superior. Nessa plataforma, eles podem publicar vídeos, criar fóruns, lançar atividades de fixação ou avaliações e muito mais.

Alguns professores criaram seu próprio canal no YouTube, para publicar conteúdos fresquinhos para seus alunos e realizar as famosas lives.

Na Universidade Positivo, por exemplo, os professores do curso de Jogos Digitais foram além, criando um canal para dar orientações para outros docentes, principalmente para aqueles que precisam de uma mãozinha para entender as ferramentas que podem ser utilizadas para criar aulas remotas. Interessante, não? Vale a pena dar uma espiadinha!

E aí, gostou dos novos formatos de educar? Se você pensa em investir na carreira de professora, vale a pena ir se familiarizando com as ideias apresentadas acima. Afinal, o mundo está cada vez mais digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here