Página inicial Engenharias Engenharia Civil O mercado de Engenharia Civil no país

O mercado de Engenharia Civil no país

0
265

Passa um dia, passa outro, e vira e mexe nos deparamos com a seguinte manchete nos jornais: o engenheiro civil continua na lista das carreiras em baixa no Brasil. Mas será que isso é verdade?

via GIPHY

Se você escolheu fazer parte do grupo dos engenheiros, fique tranquilo, nós garimpamos algumas informações bem interessantes sobre o mercado de Engenharia Civil no país. E aí vai um spoiler: mesmo em tempos de economia incerta, o mercado de trabalho para um profissional dessa área segue em alta.

Da recessão para a ascensão

via GIPHY

Depois da Copa do Mundo de 2014, o cenário da construção civil no Brasil viveu um verdadeiro 7×1. Mercado desaquecido, corrupção em grandes obras, demissão em massa. Esses foram apenas alguns dos problemas enfrentados pelos engenheiros.

Porém, de um ano para cá, esse setor voltou a crescer, apresentando um viés ainda mais tecnológico e inovador. E sabe o que isso significa? Que para os profissionais antenados, dispostos a trabalhar com drones, impressão 3D, tijolos inteligentes, softwares de gestão e outras ferramentas, nunca faltará espaço no mercado de trabalho.

“Botando a mão na massa”

via GIPHY

Um profissional formado em Engenharia Civil, cadastrado no Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) de seu Estado – sim, precisa ser cadastrado, poderá trabalhar em construtoras, indústrias, escritórios e consultorias executando atividades de diversas áreas. Entre elas, destacam-se:

  • Construção civil

Voltada para os profissionais que pretendem atuar com materiais e processos de construção.

  • Cálculo estrutural

Direcionada aos engenheiros que gostam de lidar com muitos números, realizando cálculos de resistências dos materiais, como estruturas metálicas, pontes e muito mais. 

  • Geotecnia

Área destinada aos profissionais que querem trabalhar com mecânica dos solos e interferência de obras de infraestrutura, como escavações, barragens etc.

  • Saneamento

Sistema de abastecimento de água, gerenciamento do lixo urbano e de seus sistemas de tratamento, uso da água para a saúde pública. Esses são apenas alguns dos assuntos de interesse desse profissional.

  • Ambiental

Área voltada para os profissionais que buscam minimizar os impactos da Engenharia Civil no meio ambiente.

  • Estradas e transportes

Construção e manutenção de estradas. Esse é a grande expertise de um profissional da área.

  • Hidráulica

Profissionais que aplicam os conceitos de mecânica de fluidos para a construção de obras de aproveitamento hídrico, como usinas.

Perfil do Engenheiro Civil

via GIPHY

Decidir qual área seguir não é tarefa fácil, mas ao longo dos cinco anos de faculdade e durante os estágios as ideias podem clarear. Enquanto isso, cabe aos futuros profissionais do mercado de Engenharia Civil a missão de trabalhar algumas skills que são necessárias nesse campo de atuação.

São elas:

  • Pensamento criativo;
  • Comunicação eficiente;
  • Pensamento crítico, negociação;
  • Gestão de pessoas;
  • Trabalho em equipe;
  • Inteligência emocional;
  • Gestão do tempo.

E aí, você está preparada para ser o engenheiro civil do futuro?

Leia também: De olho no salário dos engenheiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here